COMCAM

Jornal da Comcam

Cadastre-se e receba por e-mail as últimas novidades da COMCAM!

Notícias

02/10/2017 - Hospital Santa Casa de Campo Mourão receberá novo equipamento para tratamento de câncer

Depois de 4 anos após o anúncio feito pelo Governo Federal, finalmente a Santa Casa de Campo Mourão vai receber via Ministério da Saúde um Acelerador Linear para o tratamento do câncer. O equipamento é utilizado para sessões de radioterapias. O valor do investimento será de cerca de R$ 6 milhões. Pacientes de todos os 25 municípios da Comcam, que fazem tratamento de câncer serão beneficiados com a nova aquisição. A expectativa é que o aparelho esteja em funcionamento a partir do próximo ano.

O equipamento havia sido anunciado em 2013, ainda no governo de Dilma, pelo ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Na ocasião, o governo federal adquiriu 80 aceleradores para 63 municípios em 22 estados, incluindo Campo Mourão.  “Depois disso não sei o que houve para tanta demora na instalação”, comentou o vice-presidente da Santa Casa do município, José Carlos Laurani.

Ele informou que o Ministério da Saúde entregará o equipamento já instalado ao município. No próximo dia 10 de outubro, está programada a entrega das propostas para escolha da empresa vencedora da licitação, que construirá o espaço físico para instalação do acelerador.  “A chegada desse acelerador é um ganho muito grande para a sociedade da região da Comcam. Vamos poder atender os pacientes com mais agilidade e conforto”, falou.

Laurani explicou que atualmente o serviço prestado na área à Santa Casa é terceirizado. O contrato com a empresa encerra no próximo ano. Segundo ele, a aquisição vai permitir ao hospital uma economia mensal significativa. O vice-presidente ressaltou que o aparelho é de alta tecnologia e está entre os mais modernos do mercado.  “Para se ter ideia, o equipamento é o mesmo utilizado no hospital Angelina Caron, referência no tratamento de câncer em Curitiba”, frisou.

O vice-presidente comentou que depois da instalação do novo acelerador, o próximo passo será melhorar a prestação do serviço no município. Segundo ele, muitos pacientes estão sendo levados para atendimento em Cascavel, entre outros centros, o que pode por em risco o serviço de oncologia em Campo Mourão. “Temos que cumprir uma meta junto ao Ministério da Saúde de pelo menos 700 cirurgia por ano para manter o serviço na cidade. Não podemos permitir que nossos pacientes sejam atendidos fora. Para isso precisamos e vamos melhorar o serviço”, argumentou.

Ele acrescentou que era para o aparelho ter sido inaugurado em agosto, mas foi cancelado. “Tivemos muito trabalho da equipe para assegurar este equipamento em 2012. Após o cancelamento da inauguração falamos com ministro [da Saúde] Ricardo Barros, e ele reativou e abriu para licitação equipamentos para radiologia incluindo nós. Graças a Deus conseguimos”, emendou o vice-presidente ao elogiar o empenho da equipe do hospital para viabilização do equipamento.

Imagens

 -

Outras Notícias

Rua Brasil Nº 879 - Centro
CEP 87301-140 - Campo Mourão - Paraná
(44) 3523-5210
comcam@comcam.com.br
Facebook Twitter Youtube